NETFLIX PARA CRIANÇA AUTISTA

Fernanda Torres, mãe de Miguel, de 6 anos, recorreu às redes sociais quando viu que o desenho Procurando Nemo não estava mais disponível na plataforma de streaming Netflix. O apelo da mãe não era à toa, Miguel é uma criança que tem autismo e todas as vezes que pedia à mãe para assistir ao desenho e não conseguia tinha crises.



Pessoas que têm autismo necessitam seguir uma rotina própria, com rituais específicos. Quando essa rotina é quebrada costuma ser um gatilho para crises. Todas as vezes que Miguel tentava assistir ao desenho e não conseguia costumava chorar e reclamar.


Nos comentários postados no Facebook, a mãe explica que havia tentado colocar o desenho no Youtube. Porém, disse que o filho logo protestava, desligando à televisão e dizendo: “Netclifes! Nemo!”

Entre os comentários postados, um chamou a atenção de Fernanda. O analista de suporte técnico Rodrigo Lima se disponibilizou a compartilhar uma versão personalizada do filme para o menino, incluindo um print do layout do Netflix. Dessa forma, Miguel não se incomodaria em não estar assistindo o desenho na plataforma.


A situação vivida por Miguel pode ser um exemplo de como uma mudança na rotina pode afetar negativamente uma pessoa que tem autismo. Ter a possibilidade de repetir um comportamento possibilita que as pessoas com autismo mantenham o equilíbrio, prevenindo assim os picos de estresse.


Fonte: Terra

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • icone-email

© Copyright 2019 - Feito por:  Buzz